Postagens

Mostrando postagens de 2014

Coisas que Morrem e Coisas que Vivem

Imagem
A  A R T E  e  A  M E L A N C O L I A  de E X I S T I R Neste lugar viveu uma senhora que por mais de 60 anos dedicou sua vida em habitá-lo. Hoje - com pouco mais de 90 anos - ela foi levada. Ficará aos cuidados dos parentes por causa da debilidade dos seus movimentos causados pelo Tempo, vulgo Idade. Aproveitei para disparar alguns cliques porque a nostalgia deste ambiente disparava o meu coração!
A casa, o jardim descuidado e o frescor da saída da moradora idosa exalavam um ar de arrebatador mistério.
Pois, qual o mistério e qual o sentido das Coisas que Morrem e Coisas que Vivem?


















ARTISTA E APRECIADOR - um processo de associações dos símbolos, o equilíbrio e a instabilidade de ambos

O ser que se libertasse completamente de associações, estaria também liberto de desenvolver afetos. O que parece humanamente impossível, pois não se trata de associações apenas culturais e, sim orgânicas impulsionadas pelo inconsciente como modo de adaptação biológica ao mundo em que está inserido. A cultura permeia o inconsciente e, este cria lógicas insuspeitas para a cultura. Os sentimentos são atravessados pelo que se conhece conscientemente e também o contrário. E torna-se impossível dissociar ambos. Um ser afastado da cultura, poderá o mesmo, fazer associações, porque todo acúmulo de comportamento e necessidades físicas apontam para a criação e/ou organização dos suprimentos ao corpo, o que automaticamente estabelece a ponte entre o que é necessário e o que é saciável. E toda auto-satisfação está intimamente conectada a afetividade, por mais que, imediatamente após o contentamento, suscite a indiferença, após a digestão, o processo - que é cíclico - reiniciará, até que o tédio …

A NOIVA - Em breve no Casos&Causos da RPC TV

Imagem
Olha eu ai na foto gravando! Ah não tá me vendo? É que vocês não me conhecem por inteiro e, então resolvi mostrar mais de quem sou eu quando estou trabalhando. Uma super chuva e essa equipe fantástica, competente, empenhada e - detalhe - sem estresse... Todos unidos pra levar alegria, humor, diversão e distração, determinação e fantasia para o conforto da sua casa. Legal neh? Então confira essa história no quadro Casos&Causos da RPCTV. Fica de olho que a gente vai te informar quando for ao ar!
Meus sinceros agradecimentos ao Jean Paul e toda a sua equipe de produção que são todos, sem excessão, de muita perspicácia. Glauber Gorski na direção, como sempre, com muita sensatez e precisão, Mili Bresolin que arrasou na arte! Clayton Teixeira mandando ver no figurino, a Isabela Japiassú e Eliane Broday com suas mãos de fadas na maquiagem, Roger Santmor clicando ferozmente como Still, Soda que tá sempre, além de trabalhando muito, animando o set. Um elenco que eu queria muitooooo do fun…

Quando a dor de quem sabe que vai partir e a dor de quem sabe que um dia saberá se encontram...

Imagem
Sai de Curitiba rumo å cidade de Campo Largo, ontem 11/01/2014, para realizar um Show de Humor com a personagem da Empregada atrapalhada que tenta a vida na Capital, no CREIAS, um centro de apoio å idosos de baixa renda. Era pra ser um trabalho com muito humor. E foi. Tinha sido incumbida, segundo telefonema da contratante, de fazer o público rir. No entanto, a gente nunca sabe o que nos espera e como será recebido, tem uma mínima noção apenas, por causa das características gerais dos espectadores.
Cheguei lá e cumpri com o meu trabalho, No entanto, os olhos daquelas pessoas, mais melancólicos que os meus, olhos de quem está partindo e sentindo dor por saber que irá partir, pediam algo que eu nem sabia direito o que, mas ofereci.
O Seu Antônio por exemplo , apertou a minha mão e chorou, me disse que é viúvo pela segunda vez e sente-se só. Engasguei, não sabia o que dizer, mas ele esperava um comentário de artista sobre sua depressão.  - Seu Antônio, todos nós nascemos para morrer, é …